Documentação

O Arquivo Municipal de Penafiel contém, sob a sua responsabilidade, toda a documentação produzida ou reunida pelos diferentes órgãos e serviços, independentemente do tipo de suporte ou formato, como resultado da actividade municipal e que se conserva para servir de testemunho, prova ou informação, bem como, documentação doada e depositada ao longo dos tempos na Câmara Municipal de Penafiel devido, na sua maior parte, à extinção dos órgãos produtores ou a contratos de depósito de documentos.

A Câmara Municipal de Penafiel através do seu Arquivo Municipal tem intervido fora do seu espaço institucional incorporando por doação ou depósito, fundos arquivísticos de natureza diversa, provenientes de entidades públicas ou privadas, independentemente do suporte (papel, couro, pergaminho ou digital) e relativos ao concelho e/ou que tenham interesse histórico para o concelho.

Administração Local:

  • Câmara Municipal de Penafiel (1741 – 2000)
  • Administração do Concelho (1835 – 1936)
  • Câmara Municipal de Melres (1796 – 1823)
  • Câmara Municipal de Porto Carreiro (1513, 1816 – 1817, 1826 – 1836)
  • Câmara Municipal de Santa Cruz (1818)
  • Câmara Municipal de Tuias (1809 – 1816)
  • Câmara Municipal de Unhão (1768 – 1769)
  • Câmara Municipal de Vila Boa de Quires (1834 – 1837)
  • Comissão Municipal Republicana (1910)
  • Junta de Freguesia de Rio de Moinhos ( 1886 – 1996) (Protocolo de depósito)
  • Assembleia de Freguesia de Rio de Moinhos (1977 – 1996) (Protocolo de depósito)
  • Junta de Freguesia de Novelas (depósito) – (séc. XIX-XX) (Protocolo de depósito)
  • Junta de Freguesia de Boelhe (depósito) – (séc. XX)
  • Junta de Freguesia de Irivo (séc. XIX-XX) (Protocolo de Tratamento e digitalização)
  • Assembleia de Freguesia de Irivo (1977-2003) (Protocolo de Tratamento e digitalização)

Confrarias, Irmandades, Igrejas e Misericórdias:

  • Comenda de S. Martinho de Arrifana de Sousa (1718 – 1719)
  • Igreja de Santa Eulália de Constança ( 1833)
  • Ordem Terceira de S. Francisco (1858)
  • Igreja de São João de Rande (1685-1815)
  • Santa Casa da Misericórdia de Penafiel (1619 – 1950) (Protocolo de depósito)
  • Igreja de S. Mamede de Recesinhos (1794 – 1795)
  • Confraria de Nossa Senhora da Ajuda (1653 – 1773)
  • Confraria do Santíssimo Sacramento de S. Pedro de Abragão (1712)
  • Confraria do Subsigno de S. Pedro de Abragão (1744)
  • Confraria do Santíssimo Sacramento da Igreja de Santa Maria de Perozelo (1783)
  • Coleção de Breves Pontifícios (1680 – 1771)
  • Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo (1782 – …) (Protocolo de Tratamento e digitalização)
  • Arquiconfraria do Santíssimo e Imaculado Coração de Maria (Protocolo de Tratamento e digitalização)